Lei assegura professores em classe hospitalar

RTEmagicC_necessidades01.jpgPor iniciativa da deputada Sandra, profissionais de educação que já trabalham na rede de saúde terão prioridade de permanência no atendimento a estudantes hospitalizados

A Câmara Legislativa aprovou o Projeto de Lei nº134/2015, que assegura a permanência de professores capacitados em rede hospitalar para o atendimento a crianças e adolescentes em internação. Conforme o projeto, os profissionais que já estão no exercício da classe hospitalar serão priorizados. A inciativa também prevê a ampliação e capacitação de novos educadores para atendimento em todas as unidades de saúde do DF.

“Nosso objetivo é manter a qualidade do ensino. Esses profissionais são capacitados para desenvolver técnicas lúdicas e pedagógicas adaptadas à realidade da criança naquele momento”, avalia Sandra Faraj ao destacar a necessidade de ampliar a capacitação de novos professores para atuar nas internações. “Temos de assegurar que todos sejam incluídos. A educação escolar nesse momento ajuda o aluno a manter o ritmo quando receber alta médica”, completa. O projeto agora segue para sanção do governador Rodrigo Rollemberg.

Veja Também

Participe Comentando

' .