CPI do Transporte aprova relatório com ressalvas

Deputada Sandra Faraj recomenda ajustes ao contrato em vigência para que população não fique sem o serviço de ônibus coletivo

Nesta quarta-feira (27/04), a CPI dos Transportes aprovou o relatório final elaborado pelo deputado Raimundo Ribeiro (PPS), com ressalvas apresentadas pela deputada Sandra Faraj (Solidariedade). O documento recomendou ao Executivo a anulação do certame, além de sugerir ao Ministério Público do Distrito Federal, que abra ações civis de improbidade administrativa contra alguns envolvidos, entre eles: o ex-secretário de Transporte do DF, José Walter Vasquez; o advogado e consultor do processo, Sacha Reck; e, o ex-presidente da comissão de licitação da Secretaria de Transporte, Galeno Monte. Votaram contra as sugestões os deputados Rafael Prudente (PMDB) e Ricardo Vale (PT).

Preocupada em garantir o transporte à população, Sandra Faraj solicitou que o relator acrescentasse ao texto a orientação ao Governo de corrigir as “imperfeições do contrato atual”. “Hoje, a população já está muito prejudicada com o transporte coletivo, não podemos permitir que ela sofra ainda mais com a interrupção dos serviços”, avaliou.

Agora, o relatório aprovado pela CPI será encaminhado aos órgãos de controle e investigação, como Ministério Público, Tribunal de Contas e Polícia Civil, além do Governo de Brasília, para que as providências sejam tomadas.

Veja Também

Participe Comentando

' .